thebeatles.jpgJá que a trupe roqueira deste nobre espaço ainda não se manifestou (e isso que já passamos do meio-dia de sexta feira 13), tomo eu a iniciativa de dar os parabéns pro Rock!

Confesso que minha relação com o estilo não é das mais estreitas. Apesar das minhas primeiras lembranças infantis de música remeterem a alguns vinis dos Beatles que eu escutava incessantemente no toca discos do meu pai lá por 80 e alguma coisa (nasci em 1981), bem como de ter me jogado em muita coisa bacana nessa praia, de The Doors a Smashing Pumpkins, o que mais prendeu meus ouvidos foram mesmo as batidas eletrônicas ali pela metade/final dos anos 90.

Claro que tenho boas lembranças de uma infinidade de bandas e artistas de rock, mas assim como Raul disse em um comentário ao post do Slash, eu também tinha uma espécie de aversão à AC/DC, Guns e coisas parecidas. Hoje já confesso que simpatizo muito com essa cara mais indie do Rock, além de achar mais que interessante o produto que sai da união riffs + batidas.

Bem, mas vamos deixar as homenagens mais sérias e aquelas palavras carregadas de sentimento e histórias de adolescentes cabeludos a quem entende mais da parada, certo Diogo e cia? Tudo isso ao som dom que é, para mim, uma das melhores faixas deste gênero que pouco conheço: “The Beatles – Tomorrow Never Knows”

Publicado por João Anzolin

Anúncios