dc10.jpg 

“Todos os anos as pessoas dizem que Ibiza já era. Ano após ano, no entanto, vejo a ilha cada vez mais cheia. Tenho amigos que decidem ir para outro lugar no verão, mas na temporada seguinte eles voltam. Simplesmente não conseguem ficar longe. Eu realmente acho que Ibiza é melhor do que qualquer outro lugar no mundo.”

David Guetta, dj

Bien sûr, monsieur Guetta!

Vê-se que o péssimo hábito de chochar o que é-bom-e–ponto-final não é exclusivo dos brasileiros. Na Europa, as pessoas também sentem esse estranho prazer, oriundo de uma veia sarcástica, invejosa ou até depressiva, vai saber, quando dizem coisas assim.

Pois eu concordo com o francês dono do mundo. Ibiza é bom e ponto final.  E digo mais: para mim também não há nada igual. Lá tem tudo o que alguém pode querer para passar bem as férias: praias maravilhosas, bons restaurantes e hotéis e, obviamente, uma vida noturna que dispensa qualquer apresentação. Mas também há o clima rústico-sofisticado de lugarzinhos quase secretos que poucos turistas têm o prazer de conhecer. Eu lastimo pelos que ficam de festa em festa 24:7. Tem a Ibiza day e a Ibiza night, as duas igualmente fantásticas.

A ilha tem dois mil anos, dois lados, duas realidades, já foi território de fenícios, romanos, árabes, bárbaros, mouros, putas, artistas, hippies, exilados e traficantes. Hoje não muda muito, é verdade, mas os tempos são outros. Há que se conhecer o dia, as praias paradisíacas de areia branca, as sessenta e tantas calas (prainhas que se formam a partir do desgaste que o mar provoca nas pedras), Es Vedra, Benirras, Portinatx, Santa Eulália, o mercado hippie Las Dalias, cavernas, grutas e a cachoeira que só verte na primavera. 

Este ano, devido a ameaças de bomba no aeroporto, fechamentos de clubes (mas será o Benedito? Que onda, hombre!), derramamento de óleo e isolamento de algumas das principais praias, o movimento realmente diminuiu. Um amigo disse que os italianos estão preferindo ir para o Egito e Croácia – este, o novo hot spot do verão europeu. Tudo bem… um bando de italianos não faz verão! “Nem me falem de Croácia e o escambau, é Ibiza e ponto final!”, me disse ele.

A Kylie contou que fez sua última música enquanto passeava pela ilha; os quatro djs  ‘apenas’ revolucionaram a cultura pop mundial depois de umas férias lá; Moss e Doherty dizem que vão se casar na Pacha, e a Penélope Cruz lançou mundialmente sua linha de roupas para a Mango adivinhem onde?

Isso sem falar dos filmes, como “Verdades e Mentiras” (1976) de Orson Welles, que usou a intrigante natureza ibicenca como pano de fundo; as obras que Dali produziu durante o período em que viveu em Eivissa, tantos livros, inúmeras músicas e incontáveis outras formas de manifestação artística que aquele pedacinho mágico de terra inspira desde 654 a.c., quando foi descoberto e batizado pelos cartageneses como Ebusus.

Sou uma simples mortal. Mas, como eles, um ser humano – e daqueles que têm muito sangue correndo pelas veias. Y quien lo tiene, lo siente, cariño. Sempre dou um sorrisinho quando leio que os AAA a-a-adooooram la isla. E também lancei minha risadinha hehehe há duas semanas, quando vi a Sienna Miller e o Puff Daddy dançando o tal do forrózinho do meu lado na Space.

Apesar da baixa, os clubes estão entupidos. Todos abrindo normalmente, pelo bem da nação clubber mais famigerada do mundo.

We Love Sundays depois DC10 é a dobradinha mais quente, um clássico. Se quiser, dá para esticar no Amnesia no Freak Show do Sven Vath. O sound system lá é tão perfeito, mas tão perfeito que parece que você está com fones de ouvido no meio do danceflloor. Para os que conseguirem se manter finos e elegantes (e acordados) depois dessa maratona, que vão ver o Roger Sanchez na Pacha.

As manhãs de sábado na Space, promovidas pelo mega grupo Matinée, também estão bombadíssimas. Parece, inclusive, que é o destaque deste verão. E a ilha está definitivamente mais eletrônica do que nunca. Ano passado e no anterior deu para sentir que a mescla com o rock tinha chegado força total, mas agora é opinião geral: estamos voltando às origens. Tum-ts-tum-ts-t..hummmmm… que delícia! “O som é eletrônico com mais soul este verão”, acredita o S-Man. David Morales, comemorando duas décadas de Def Mix, concorda: “a música está definitivamente mais sintética”. 

O minimal continua forte nos afters, principalmente. Mas nas noites o que se ouve é muito house, vocais, piano, sax e muitos, muitos hits em roupagem nova ou não. Morales está em plena forma com a Def Mix aos sábados na Pacha. É chique e sofisticado e ninguém dá nem confiança mais quando ele tira a camisa lá pelas 5 da manhã. E o Funky Room, com o Graham Sahara? É demais! Meu lugar preferido nesse clube que, todavia, não é o meu favorito.

La Troya com Oliver; um dia inteiro em Salinas ouvindo a maravilhosa miscelânea do Jon Sa Trinxa; tomar uma sangria no Blue Marlin na Cala Jondall, ver Es Vedra de cima, de baixo, de lado, de feente, Cala Comte, San Miguel, os paredões de pedra e os casarões de Es Cubells, explorar cada cantinho… jamais esquecendo de agradecer a Deus por ter sido tão generoso ao criar um paraíso como esse.

Quero deixar claro que…

Para mim, é árduo escrever sobre um lugar de que eu gosto tanto. É como escrever sobre sua mãe. Tenta aí, vai! Tão único e especial que é bem fácil cair no clichê. E não há nada mais aterrorizante para um jornalista do que cair no lugar-comum.

Há mais de um ano que estou devendo um texto sobre Ibiza para meus queridos amigos Raul e João, que testemunharam o dia seguinte em que aterrissei da minha primeira temporada por lá. Eu estava absolutamente sem palavras.

Desculpem-me, peço o mais sincero perdão pela afirmação que segue. Pode soar pedante, mas não é. Mas…tem que ir para sentir. Sei de todas as dificuldades, do preço, da distância e tudo mais. Sou uma trabalhadora do Brasil também. Mas tente guardar um dinheirinho por mês que em alguns anos, não muitos, calma! você chega lá.

E se você é como nós: eu, Raul, João e tantos outros aficcionados por essa cultura razoavelmente nova – e isso você é, pois senão não estaria aqui no Musicness 😛 – é o único conselho que eu lhe dou: vá para Ibiza uma vez na vida.

Paris? Depois você vai. É como a peregrinação à Meca para os muçulmanos. Como plantar uma árvore. Ter um filho, essas coisas que dizem que um ser humano não pode morrer sem fazer. A sensação de “não estamos sós!” que senti a primeira vez que entrei num We Love Sundays até hoje me assola, às vezes nos momentos mais inapropriados. Exagero para uns, identificação para outros. O julgamento é pessoal.

E há ainda os patrimônios da humanidade da UNESCO, as colônias hippies, todas as histórias e misticismos que envolvem Eivissa, o silêncio mais absoluto do mundo e o estéreo mais perfeito, a festa dos tambores em Benirras, as ravezinhas pvt dos ibicencos em calas isoladas. Ainda há muito o que conhecer. Não quero estragar a surpresa. Nem a sua, nem a minha.

PS: Mãna, muchas gracias! Eternamente. 😉

 – Saiba mais:

www.ibizaglobalradio.com: escute em tempo real a melhor rádio da ilha.
www.ibizasonica.com: idem, a segunda melhor.
www.ibiza-spotlight.com: calendário de festas, hotéis, restaurantes, etc.. Aqui tem tudo o que você precisa saber antes de embarcar.
ibizatimes.blogspot.com: arquivo interessante de fotos e histórias da ilha nos 60’s e 70’s, reunidos pelo T.I.C. (The Ibiza Circle)
www.virtualibiza.com: espaço virtual 3D e uma das comunidades mais criativas sobre Ibiza na internet. Basta escolher um personagem e se jogar. Recentemente o site colocou uma web cam ligada por uma semana do Mambo, em San Antonio, de onde o Pete Tong transmite o Essential Selection ao vivo às sextas de verão e os djs da Pacha fazem o warm up antes de ir para o clube. Tudo com aquele famoso pôr-do-sol de background.
www.liveibiza.com: site de busca sobre a história e cultura da ilha. Gary Hardy escreve sobre antropologia, ecologia, história, além apresentar um guia dos livros sobre Ibiza.
www.ibizaiff.com: site do Festival de Cinema Internacional de Ibiza e Formentera.
www.theibizasun.com: inclui uma lista de crimes e incidentes, como a prisão de terroristas do IRA no aeroporto e explosões de gás em San Antonio.

Taí uma contribuição que é um presentão de uma amiga do Blog 😉

Anúncios