Notícia quentinha trazida até você por .::musicness::.

O DJ, produtor e hitmaker norte-americano Diplo, considerado o embaixador de bandas e DJs brasileiros no exterior, se apresenta pela primeira vez em Curitiba no dia 20 de outubro. O figura vem a convite da festa Digital Rock, do amigo André Sakr, que este ano ganhou o reforço do “jóvem” Heros Schwinden na produção. A Digital traz ainda a dupla Flávia Durante e Hector Lima, da “bombada” festa santista Popscene, o colega de blog Gil Riquerme, os cariocas do The Twelves, e as estréias dos curitibanos Bo$$ in Drama e Our Gang. Este último é o projeto novo do André Sakr e do Alec, dois ex-E.S.S. Estou louco para ver que som sai disso aí.

Diplo

Diplo
Cultuado nos Estados Unidos como DJ e fundador de um dos selos mais interessantes da atualidade, a MAD DECENT, DIPLO também é conhecido por seu trabalho de produtor e namorado da “megastar” M.I.A. e por ter descoberto e guiado o trio Bonde do Rolê de Curitiba para o mundo. Com uma paixão declarada pelo Brasil, o DJ também traz ao TIM Festival seu set onde mescla de forma impecável remixes que vão de The Cure à Daft Punk.

Popscene Djs (SP)
FLÁVIA DURANTE e HECTOR LIMA são os criadores e Djs residentes da Poscene, a festa mais “bombada” de Santos hoje. Em paralelo, Flávia mantém uma coluna semanal no site Erika Palomino, articula a lista de discussão sobre cultura pop mais famosa do país e presta assessoria de imprensa aqui no Brasil para artistas internacionais de peso, como Arcade Fire e o próprio Diplo. Já Hector edita um concorrido blog, produz remixes e mashups para rechear seu case e mantém o aclamado comic book The Major. Além disso, ambos ainda arrumam tempo para viajar por aí chacoalhando a pista em clubes como Vegas, Milo e Studio SP.

The Twelves (RJ)
A história do Twelves mudou quando eles tiveram a idéia de fazer um remix de “Boyz”, canção que está no recém-lançado disco da cantora/MC M.I.A. Os dois arrumaram uma versão só de vocais da música e deram à faixa um clima de pista que resultou em um dos remixes do ano. A partir dali, alguns blogs gringos publicaram a faixa em suas páginas, o zunzunzum levou o remix até a Radio 1 (da britânica BBC), e resultado é que os rapazes já estão sendo sondados pela Modular Records, (Wolfmother, Klaxons e Cut Copy). O som da dupla traz influências de Daft Punk, Röyksopp, Vitalic, Clor, Cut Copy e Goldfrapp.

Our Gang
André e Alec são remanescentes de uma das mais respeitadas bandas do circuito independente nacional, a E.S.S. Após o fim do grupo, ambos resolveram botar a mão nos synths e fazer o que mais gostam: música pop dançante, com influências que vão de Michael Jackson à MSTRKFRT. Não poderia haver ocasião melhor para um show de estréia do que a Digital Rock, afinal a festa foi por anos o palco onde a E.S.S. consolidou carreira e público, numa relação mais do que especial.

Bo$$ in Drama
Essa grata revelação também surgiu da dissolução de outra importante banda curitibana, a Gomma Fou. Depois de se apresentar no palco principal do Motomix e correr o país com a Gomma, o garoto Péricles sentiu que precisava dar um novo direcionamento ao som, e o resultado é um trabalho solo espetacular que remete ao French House de Daft Punk, Stardust e Kavinski. Mais um show de estréia para provar que na Digital o significado da expressão “fresh” é seguido ao pé da letra.

DIGITAL ROCK – EDIÇÃO 10/2007
Data: 20 de outubro.
Local: Oxxy Club
Horário: a partir das 23:00
Ingresso: R$ 10,00 antecipado / R$ 15,00 porta

Postado por Diogo Dreyer

Anúncios