Essa edição do mix, apesar do título, não é inspirada em cuíca, marchinhas e desfile das campeãs. Serve, sim, para você desencanar da bebedeira e limpar os ouvidos daquelas agressões sonoras tão comuns nesta época do ano, em que o pessoal não tem vergonha de abrir o porta-malas do carro, estacionar em frente ao seu prédio ou casa da praia e desfilar a programação mais tosca possível baseada no repertório popular atual.

1- Hercules and Love Affair – Blind [MP3]
O projeto é de Andrew Butler e se tornou a nova coqueluche da DFA Records. O álbum leva o mesmo nome e foi produzido por um dos cabeças da gravadora, Tim Goldsworthy. A faixa Blind é FODA e tem nos vocais Antony Hegarty, do Antony and the Jonhsons. Música do ano já em janeiro? Ah, não liga que o fim da faixa é desse jeito mesmo, meio abrupto. NOTA: Andy Butler vem tocar no Brasil em abril. Dia 18, DJ set no clube 69, no Rio. No dia seguinte, Vegas, em SP.

2- The Teenagers – Starlett Johansson [MP3]
Sintetizadores e alma indie resumem do som desse trio francês (que canta em inglês). Mas o legal no The Teenagers é o despojamento do vocal “falado” de Quentin Delafon e, principalmente, das letras. Já teve uma resenha no rraurl falando de uma das pérolas da banda, Homecoming. Mas eu gosto mesmo é de Starlett Johansson: faixa e clipe cafona, cafajeste e barato para a ode da banda à musa: I’ll sell my mum to be lost with you. Demais!

3- Joe Lean And The Jing Jang Jong – Sleazy Hughes [MP3]
Já tinha adiantado em outro post, em agosto, que a banda do ex-baterista das The Pipettes, Joe Lean, ia fazer a cabeça do povo seguidor da NME. E não deu outra! Já viraram os darlings da imprensa britânica. Mas vai com fé que a banda é boa mesmo, fazendo o estilo “estamos aí para desbancar o The Libertines”. A faixa abaixo é do single novo. Diz que o álbum sai até junho.

friendly-fires-nt.jpg

4- Friendly Fires – Paris [MP3]
Outra banda inglesa, com o detalhe que o Friendly Fires (foto) é mais afeito a sintetizadores, naquele estilo “the old-is-the-new-new buzz”. A música Paris consegue ser, ao mesmo tempo, bem suave e dançante. E a letra! Bom, eu sou suspeito, porque amo Paris. Mas quem não se comove com alguém prometendo ao par amado que um dia irão morar na cidade luz?

5- The Moldy Peaches – Anyone Else Isn’t You [MP3]
Por falar na capital francesa, foi lá que descobri, escondido numa estante rotulada de “Rock indépendant” em uma FNAC da vida, o The Moldy Peaches, no longínquo 2001. A banda acabou servindo mais tarde como pretexto para conversas com o amigo Fernando Ribeiro para saber se existia mais alguém no Brasil que tinha o CD homônimo dos caras. Até agora, não sei de ninguém, fora nós dois. Mas desconfio que, com o sucesso do filme Juno – a Little Miss Sunshine de 2008 -, que conta com a deliciosa faixa Anyone Else Isn’t You na trilha, vai ter mais gente contando vantagem por aí.

6- Vampire Weekend – A-Punk [MP3]
Esta é a banda que todos os blogs que se metem a falar de música estão falando desde os singles saíram, em 2007. E agora que o disco foi lançado, não podíamos ficar de fora, né não? Os quatro integrantes estudaram na Universidade Columbia (em Nova York). Talvez por isso autoclassifiquem a música que fazem como “Upper West Side Soweto” (Upper West Side, região de Manhattan, e Soweto, de Johannesburgo, na África do Sul). O Thiago Ney, da Folha, fez uma matéria legal sobre a visita do rock à África. Mas e o som dos caras? Para resumir: disco mais tocado da semana no meu iPod!

7- Hot Chip – Ready for the floor [MP3]
Li um monte de resenha falando que o novo disco do Hot Chip, Made in the dark, lançado lá fora essa semana, era mais ou menos. Eu, por outro lado, achei que não deve nada ao anterior, com a mesma proposta de “se fingir” de pop e mandar um monte de sintetizador num lugar que pareceria errado a princípio, mas que acaba fazendo o maior sentido mais tarde. Faixa de trabalho: Ready for the floor.

evangelicals.jpg

8- Evangelicals – Skeleton Man [MP3]
A resenha do novo disco do Evangelicals (foto) no Pitchforkmedia começa lembrando que o vocalista da banda, Josh Jones, havia dito em uma entrevista ao site que o segundo álbum da banda, The Evening Descends, seria como “Marvin Gaye encontra o Rocky Horror Picture Show”. Bom, melhor definição não há.

9- Times New Viking – Drop Out [MP3]
Ainda estou tentando descobrir se gostei ou não do disco Times New Viking, Rip It Off. Aliás, difícil saber o som que os caras fazem. Sonic Youth? Yo La Tengo? Belle and Sebastian? É fofura misturada a distorção com a marca Matador Records.

10- Gnarls Barkley – Run [MP3]
Faixa nova do produtor Danger Mouse e do rapper Cee-Lo com forte inspiração Black exploitation. Achei até mais legal que Crazy. Mas corre para ouvir antes que ela caia nas rádios e fique mais batida que o time do Santos.

11- The Cribs – Don’t You Want To Be Relevant? [MP3]
É assim que um bom lado B de single deve soar: como se merecesse estar no disco! É a banda ainda colhendo os louros do discão do ano passado, Men’s Needs.

12- Raveonettes – Dead Sound
Cover/remix da faixa que faz parte do disco Lust, Lust, Lust, do duo dinamarques lançado no ano passado. Apesar das releituras, o som continua Jesus and Mary Chain nos anos 50.
Dead Sound [MP3]
Dead Sound – Peter Holmstrom and Jeremy Sherrer remix [MP3]
Dead Sound – Digital Leather cover [MP3]

Postado por Diogo Dreyer

Anúncios