leeburridge_lique.jpg

Finalmente a noite voltou ao ritmo normal na capital paranaense. Das casas que tem um peso maior na noite local, faltavam reabrir duas delas, o que acabou ocorrendo no fim se semana passado.

A Lique reabriu na quinta (06/03) em noite só para convidados com o DJ britânico Lee Burridge (foto – divulgação), que levou a pista até altas horas com seu tech-house modernizado (não, o estilo não desapareceu como muitos imaginam). Destaque também para a total reforma do ambiente da pista e da cabine do DJ (que mudou de lugar), além da realocação dos camarotes e da própria decoração. E destaque maior ainda pro novo sound system, agora bem afinado com a acústica da casa e o volume de público. Os DJs internacionais continuam esta semana: tem Gadjo (Alem.) na quinta-13/03 e Soul Central (Ingl.) no sábado (15/03).

Na reabertura da Vibe (07/03) , clubinho amado por todos os clãs da noite local, teve a DJ paulistana Denise Kozen como convidada especial que, aliás, andava sumida das nossas cabines. Clube cheio como o esperado. E durante o mês de março a casa abre só as sextas, em noite estabelecida como a melhor da área da capital.

Já a Eon reabriu na segunda quinzena de janeiro no esquema de terças e quintas (enquanto o público descia nos fins de semana pro litoral) e reinou sozinha nos meses de janeiro e fevereiro. Como é usual da casa, DJs nacionais e internacionais se revezam na cabine nas quintas e sábados. Nesta semana tem Anthony Pappa (Aust.) na quinta (15/03) e na semana que vem, terça (18-03), tem Andy Redanka (Ingl.) nas píck-ups.

O Yankee conseguiu se estabelecer nas noites do domingo. No fim de semana que passou trouxe o holandês Sander Van Doorn, fato inédito por ser uma atração internacional de peso que tocou pela primeira vez na cidade e ainda por cima na véspera da segunda-feira.

Postado por Raul Aguilera

Anúncios