Arquivos para o mês de: outubro, 2013

Giorgio Moroder se tornou uma lenda da história da música ao introduzir um novo uso para os sintetizadores nos anos 1970. O clássico “I Feel Love” de Donna Summer foi um dos hits responsáveis por eternizar o nome do italiano. Recentemente Moroder voltou à tona, colaborando no novo álbum da dupla francesa Daft Punk e fazendo até sua primeira gig como DJ.

Ele vem se tornando presença constante em palestras, conferências e eventos como o IMS (Ibiza) e ADE (na qual esteve nesta semana), e agora, divulgou mais uma novidade – que aparentemente não irá agradar tanto assim seus fãs. A faixa autoral foi divulgada no Soundcloud de Moroder – e depois retirada. Seria o Giorgio de 36 anos atrás melhor do que o de 2013?

Faz tempo que muita gente aposta suas fichas num retorno arrebatador da Disco Music: entre 2010 e 2012 inclusive parecia bem claro que isto estava acontecendo quando as Magic Tapes do The Magician, os mixes e remixes do Aeroplane e e as inúmeras releituras nórdicas pro gênero estouravam, mas os “novos” Deep House e Garage pareceram freiar um pouco a onda – o que não impede que continue saindo muita coisa de primeiríssima nessa praia.

Em 2013 um dos grandes nomes  a seguir essa cartilha e que vem fazendo sons da melhor qualidade é o Du Tonc, dupla formada pelo australiano Matt Van Schie (do Van She) e pelo inglês do Mighty Mouse. Eles conseguem trazer material original  ao universo do “Nu Disco”, com quatro irretocáveis músicas autorais lançadas este ano (Rise, Darkness, Surging Memories e a recente Island – lançada esta semana)  além de uma Mixtape novinha também. Tudo disponível no SoundCloud, YouTube e lojas de música digital.

Se você gosta de Flight Facilities, Tiger & Woods, Classixx e os artistas já citados no post, muito provavelmente vai gostar de Du Tonc! Abaixo o clipe de “Darkness”: